A caixa, presumivelmente criada pelo Círculo da Eternidade, foi originalmente usada para aprisionar os Sete Pecados Capitais. No entanto, uma mortal chamada Pandora encontrou a caixa e a abri

A Caixa de Pandora era um artefato da antiguidade que poderia ser usado para conter seres de grande poder, possuir seres e abrir portas para outros mundos.

História

A caixa, presumivelmente criada pelo Círculo da Eternidade, foi originalmente usada para aprisionar os Sete Pecados Capitais. No entanto, uma mortal chamada Pandora encontrou a caixa e a abriu por curiosidade, liberando os pecados de sua prisão.

Pandora ficou com a caixa, procurando numerosos indivíduos em busca de alguém puro para devolver os pecados ao seu isolamento. Quando um indivíduo tocou a caixa, ele os possuía, colocando-os em um transe destrutivo.

Durante a Guerra da Trindade, o Renegado foi capaz de obter a caixa e usou-a para abrir um portal para Terra 3, permitindo ao Sindicato do Crime para passar para Terra Primal.

Notas

  • Este item é uma adaptação da Caixa de Pandora, um item das histórias tradicionais. Eles incluem, mas não se limitam a textos religiosos, mitos e/ou folclore. Mais informações sobre o original podem ser encontradas em Wikipedia.org
  • Como adaptação de um objeto mítico, a aparência, os criadores e os usos da caixa variaram ao longo de suas aparições.

Curiosidades

  • Supostamente, existem muitos mais.[1]


Veja Também


Links e Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.