FANDOM



Quote1 Podemos ter começado como os soldados que Batman construiu para sua cruzada. Mas nós nos tornamos algo mais, algo que ele nunca esperava. Começamos como um exército. Escolhemos ser uma família. E se há esperança para nós ... há esperança para qualquer um. Quote2
--Capuz Vermelhofonte

História

A Família Batman (ou em inglês Batman Family) é um nome informal dado a Batman e seus vários aliados.

Era de Ouro

Começo

Começo

Desde a concepção de Batman, o personagem era solitário em sua cruzada contra o crime. Eventualmente, os criadores de Batman, Bob Kane e Bill Finger, ao lado de seu freqüente colaborador, Jerry Robinson, criaram Dick Grayson como "Robin, O Menino Prodígio", um colega de seu herói e o conceito inicial para a Família Batman foi apresentado.

Batman e Robin operaram como uma equipe sólida por muitos anos. Nos anos iniciais da Era de Ouro, Batman tornou-se membro da DPGC e o Comissário Gordon tornou-se parte da Família Batman. Para a maior parte da Era de Ouro, o trio foi o único membro da equipe com colaborações ocasionais de Linda Page, o interesse romântico de Bruce Wayne. Pouco depois, Alfred Pennyworth, ou simplesmente conhecido como "Alfred, o Mordomo", foi introduzido como uma figura fundamental na Família Batman, atuando como o personagem de apoio incondicional para a equipe.

Era de Prata

Batman Family 002

Era "Boba"

Após a Era de Ouro, os quadrinhos ficaram sob a pressão da mídia, graças a uma publicação do psicólogo Fredric Wertham e, como resultado, a Família Batman foi expandida para incluir figuras femininas e dissuadir as reivindicações da homossexualidade de Batman e Robin. Assim, Batwoman e Bat-Moça foram introduzidas ao lado de Bat-Mirim, o Duende e Ace o Batcão.

No entanto, a expansão anterior foi de curta duração e em 1964, o editor Julius Schwartz assumiu os reinos dos quadrinhos de Batman e eliminou Batwoman, Bat-Moça, Ace o Bat-Mirim, achando-os muito bobos e impróprios para as novas histórias que ele queria para o Batman. Schwartz também decidiu remover a figura de Alfred matando seu personagem, mas essa decisão também foi de curta duração, já que o retrato de Batman na série de televisão de 1966 mostrou Alfred vivo e ele teve que ser revivido na continuidade dos quadrinhos.

Batgirl Barbara Gordon 0004

Nova Batgirl

O editor Julius Schwartz trabalhou ao lado do produtor da TV, William Dozier, para apresentar uma nova personagem feminina ao mito de Batman e Barbara Gordon foi apresentada como a nova Batgirl, melhorou a versão anterior do personagem quando ela se tornou a filha do Comissário de Polícia Gordon. Para a melhor parte da Era de Prata, a nova encarnação da Família Batman permaneceu inalterada até o final da era da publicação.

Era de Bronze

A Era do Bronze foi definida por mudanças radicais na narrativa das histórias na publicação atual. Embora a "Família Batman" tenha permanecido inalterada, a maioria de seus personagens veio à luz de suas próprias histórias e trabalhou separada uma da outra. Batman tornou-se solitário mais uma vez, Robin foi para a faculdade como "Jovem Prodígio" e Batgirl continuou suas atividades solitárias.

Um desenvolvimento notável desse período foram as histórias retroativas que mostraram personagens da Era de Ouro e como envelheceram em tempo real. A Família Batman da Era de Ouro foi expandida para incluir a ex-rival de Batman, Mulher-Gato como a esposa de Bruce Wayne, Selina Kyle. Do casamento deles veio sua filha, Helena Wayne, que se tornaria Caçadora, seguindo os passos de seu pai. Esses desenvolvimentos foram ignorados pela continuidade dos quadrinhos e nenhum desses personagens realmente se tornou parte da principal Família Morcego. Outros personagens menores que desempenharam pequenos papéis nesta era foram Morcego-Humano e Jason Bard, ambos logo esquecidos quando a Era deo Bronze chegou ao fim.

Família de Bronze

Família de Bronze

Durante quase toda a década dos anos 70, a Família Batman não desempenhou um papel relevante e eles se reuniam por ocasiões raras. No final da década, no entanto, "Robin, Jovem Prodígio" tornou-se uma figura muito importante da Turma Titã, como líder do time. A equipe criativa que desenvolveu os quadrinhos da Turma Titã, precisava mover Robin para longe da sombra de Batman como seu companheiro e isso causou uma ruptura nos quadrinhos do Batman, que havia decidido retornar à antiga fórmula de Batman e Robin. Por esta razão, no início dos anos 80, Dick Grayson, o Robin original, tornou-se Asa Noturna, o líder dos Novos Titãs e Jason Todd foi apresentado como o segundo Robin. Jason foi apresentado como o novo Menino Prodígio, mas seu passado era muito semelhante ao de Dick Grayson. Este e outros problemas foram eventualmente corrigidos após a Crise nas Infinitas Terras, o que permitiu à DC limpar os erros de continuidade e outros erros ao longo do caminho. Enquanto isso, Batgirl desapareceu das publicações, já que a equipe criativa não conseguiu encontrar uma maneira de atualizar o personagem da nova geração.

Era Moderna

Após a Crise, grande parte da continuidade anterior foi apagada ou modificada, mas a Família Batman permaneceu inalterada na maior parte. A história de fundo de Batman e Robin, com Dick Grayson como o primeiro Menino Prodígio foi intocada e a introdução e a origem de Jason foram melhoradas pela nova equipe criativa. O Comissário Gordon e Alfred se tornaram figuras mais freqüentes, como os membros do elenco de apoio e a Batgirl permaneceu ignorada.

Infelizmente, durante o final dos anos 80, a Família Batman sofreu grandes perdas quando o Coringa, o Arqui-inimigo de Batman, aleijou Barbara Gordon e depois matou Jason Todd. A notória graphic novel Batman: A Piada Mortal e o arco Batman: A Morte em Família é muitas vezes considerado um ponto de viragem na história de Batman como um todo. Embora a perda de figuras tão importantes como Batgirl e Robin tenha sido importante para desenvolver novas histórias e trazer novos elementos, isso não seria permanente e, de fato, após esses eventos, a Família Batman só aumentou tremendamente nos últimos anos, em comparação com os primeiros cinquenta anos.

Por exemplo, Barbara Gordon já não era capaz de continuar suas atividades como Batgirl como resultado da lesão incapacitante nas mãos do Coringa, mas, no entanto, ela continuou suas atividades de combate ao crime como intermediária de informações e guru cibernética, apenas conhecido como Oráculo. Pouco depois, uma criança do nome de Tim Drake foi introduzida no arco Batman: Um Lugar Solitário para Morrer, em que ele figura a identidade verdadeira de Batman e Robin e tenta fazer Dick Grayson retomar sua parceria com Batman. Seu plano falhou, mas no processo, ele se tornou o terceiro Robin.

Durante alguns anos, a nova formação da Família Morcego permaneceu o mesmo até o início dos anos 90, em que o principal arco Batman: A Queda do Morcego foi introduzida. Esta história introduziu um novo membro da equipe o jovem Jean-Paul Valley, cuja identidade heroica era Azrael. Inicialmente programado para ser um agente da Ordem de St. Dumas, Azrael foi levado por Bruce Wayne para ser treinado e se tornar uma força de bem. No entanto, Jean-Paul foi forçado a assumir o manto do Morcego depois que o poderoso criminoso conhecida como Bane fraturou a espinha de Batman com seu joelho.

O mandato de Jean-Paul como Batman causou uma interrupção na Família Batman, enquanto ele empurrava todos ao seu redor. Incapaz de confiar em um líder tão instável, Tim Drake continuou suas aventuras e o Comissário Gordon parou de trabalhar com o Batman. Enquanto isso, a falta de interesse de Bruce em sua recuperação forçou o amigo de longa data, Alfred a demitir-se e deixar Bruce Wayne para trás.

A Família Morcego dos anos 90

A Família Morcego dos anos 90

Com o tempo, Bruce Wayne curou seus ferimentos e tirou o manto do morcego de Jean-Paul, o que permitiu que Gordon e Alfred retornassem às suas posições legítimas. Embora Bruce tenha retornado, ele permitiu que Dick Grayson se tornasse Batman até resolver os problemas pessoais durante o arco Batman: Filho Pródigo. Quando Bruce retornou oficialmente, Dick Grayson retomou sua identidade de Asa Noturna e Jean-Paul retomou sua identidade original de Azrael e ocasionalmente juntou-se com Batman para lutar contra vários inimigos. Depois disso, outros vigilantes vestidos apareceram em Gotham City, como o novo Caçadora e Salteadora. Ao contrário da versão anterior da Caçadora, Helena Bertinelli não estava relacionada com Bruce Wayne de nenhuma maneira e, em vez disso, ela veio de uma família criminosa, odiando o tipo criminoso, pelo que colocou a roupa para lutar contra criminosos. Por outro lado, Spoiler era Stephanie Brown, a filha de Arthur Brown, também conhecido como o intelectual criminoso "Mestre das Pistas". Um amigo de Tim Drake, Stephanie vestiu um traje e a identidade de "Salteadora" para exibir suas crenças contrárias ao de seu pai criminoso. As atividades de Caçadora e Salteadora em Gotham não foram sancionadas por Batman, que tinha a autoridade legítima para dar lugar ao vigilantismo em sua cidade. Esta atitude era um pouco hipnótica de Batman, considerando que ele permitiu que uma Mulher-Gato reformada operasse em Gotham e mostrou seu apoio às suas novas atividades, embora ela acabasse por retomar suas formas criminosas para um bom propósito. De forma semelhante, as atividades de Caçadora e Salteadora foram apoiadas por Asa Noturna (Dick Grayson) e Robin (Tim Drake).

Quando a cidade de Gotham foi atingida por um terremoto terrível e a cidade foi declarada Terra de Ninguém, toda a Família Batman entrou em ação. Inicialmente, Batman abandonou Gotham com toda a esperança, mas a figura de uma nova Batgirl apareceu e tornou-se o único membro da equipe a permanecer ativo em Gotham, ao lado do Comissário Gordon e alguns dos DPGC. A Oráculo também permaneceu como um coletora de informações, mas sua participação não foi influente. Eventualmente, Batman voltou e organizou a Família Morcego para assumir o controle de Gotham de volta das mãos de criminosos e lunáticos que se apoderaram do lugar. No entanto, Batman logo descobriu que a nova Batgirl era na verdade Helena Bertinelli, que percebeu que sua identidade Caçadora que não induziria o medo trazido pela figura do Batman. Helena usou uma fantasia de Batgirl para se assemelhar a Batman, mas quando ela não enfrentou o desafio posado por Batman para recuperar o controle de Gotham, ela foi forçada a abandonar o manto e foi dada a Cassandra Cain, uma artista marcial altamente treinada que ajudou a Oráculo nas fases iniciais de "Terra de Ninguém". Com a nova Batgirl, Batman convocou Oráculo, Asa Noturna, Robin, Mulher-Gato e Azrael para retomar Gotham City, com a ajuda de seus aliados confiáveis, Alfred, o Comissário Gordon e Leslie Thompkins.

Aliados do Batman

Aliados do Batman

Tendo recuperado com sucesso Gotham, a Família Morcego ficou mais forte do que nunca, com grandes números e habilidades. O time permaneceu inalterado até a morte final de Azrael, que proporcionou um ponto de viragem para os heróis. Batman distanciou-se da equipe e começou a trabalhar com Sasha Bordeaux, assistente de segurança pessoal de Bruce Wayne e, eventualmente, a parceira de luta contra o crime do Batman. Quando uma das antigas amantes de Bruce foi encontrada morta na Mansão Wayne, Bruce e Sasha foram considerados culpados pelo crime e enviados para a prisão. Apesar de Bruce sair da prisão, Sasha não teve tanta sorte e, eventualmente, foi recrutada pela organização secreta chamada Xeque-Mate, em troca de sua liberdade. Pouco tempo depois, uma guerra de gangues estourou em Gotham e Bruce recrutou ajuda da ex assassina Onyx, que forneceu assistência vital ao lado de Tarântula, uma aliada que Asa Noturna fez durante seu tempo em Bludhaven. Foi durante essa guerra de gangues que Salteadora foi aparentemente morta.

Uma revelação chocante acabou por chegar à Família Morcego quando foi revelado que Jason Todd, o segundo Robin, de alguma forma havia sobrevivido ao brutal assassinato do Coringa e havia permanecido escondido vários anos, planejando sua vingança e retornando com a identidade de Capuz Vermelho no história Batman: Por Trás da Máscara. Usando métodos violentos contra criminosos, o Capuz Vermelho tornou-se um vigilante implacável que causou problemas a toda a Família Batman. Felizmente, sua sede de vingança acabou por acabar e ele deixou de causar estragos.

A Moderna Família Morcego

A Moderna Família Morcego

Depois, Damian Wayne foi revelado como filho biológico de Bruce Wayne com Talia al Ghul no arco Batman e Filho. Bruce foi encarregado de criar Damian, que se tornou um membro valioso da equipe. No entanto, Batman logo foi morto nas mãos de Darkseid durante a Crise Final, mas, na realidade, ele foi enviado ao passado e foi encarregado de sobreviver até o presente em uma viagem em viagem pelo tempo que eventualmente o mataria e destruiria o presente. Após a morte de Bruce, uma batalha real em Gotham ocorreu durante o arco Batman: A Batalha pelo Capuz, em que os membros da Família Morcego lutaram para encontrar o Batman desaparecido, enquanto outros lutaram para assumir o manto do Morcego. A batalha final entre Dick Grayson, Jason Todd e Tim Drake acabou com uma vitória para Dick, que teve que se tornar o Batman na ausência de Bruce. Assim, Dick Grayson tornou-se Batman mais uma vez e ele promoveu Damian Wayne para Robin, forçando Tim Drake a se tornar o Robin Vermelho. Por volta desta época, uma nova Batwoman também foi introduzida, diferente da versão da Era de Prata.

Depois, foi revelado que Salteadora estava viva e, ao retornou, assumindo o manto de Batgirl de Cassandra Cain, que renunciou ao papel sob as instruções anteriores de Bruce Wayne. A nova Batgirl trabalhou em estreita colaboração com a Oráculo e, após o retorno de Bruce, todos se reuniram para formar a Corporação Batman, uma organização internacional, que promove vigilantes aliados com Batman e da Família Morcego.

Os Novos 52 e Renascimento

Justice League 0001
DC Rebirth Logo

O Universo DC mudou fortemente sua continuidade para a DCnU após os eventos de Ponto de Ignição em 2011. Isso foi parte de um esforço para tornar as narrativas mais acessíveis aos leitores mais novos, começando com os Novos 52. Esta nova linha cronológica combina elementos do UDC, Universo Vertigo e Universo Wildstorm mudando drasticamente as origens e histórias dos personagens.

Batwing Vol 1 7 Textless

Nesta nova linha temporal, vários detalhes dos mitos de Batman mudaram. Há uma nova história de origem para a Liga da Justiça, estabelecendo que o Batman só foi publicamente ativo por cinco anos, embora ele fosse considerado uma lenda urbana antes disso. [1] O DPGC ainda é hostil a ele como vigilante, embora mantenha uma aliança com James Gordon. [2] Dick Grayson retorna ao seu papel como Asa Noturna, tornando Bruce o único Batman de novo. [3] Barbara Gordon se recupera de sua cadeira de rodas e se torna Batgirl de novo. [4] Tim Drake como Robin Vermelho torna-se um membro fundador dos Novos Titãs. [5] Jason Todd como Capuz Vermelho forma sua própria equipe de mercenários, os Foragidos.[6]

Roy Harper Cry for Justice
DC Rebirth Logo

Incompleto
Há algo faltando aqui. Esta seção do artigo é incompleta e contém informações, mas exige mais antes que possa ser considerado completo. Você pode ajudar o Projeto de Banco de Dados DC editando esta página, fornecendo informações adicionais para trazer este artigo a um padrão mais elevado de qualidade.


Artigos Relacionados


Notas

  • Como a Família Batman não é uma equipe oficialmente reconhecida, não há nenhuma primeira aparição creditada. A aparição mais antiga possível seria com a introdução de Robin (Dick Grayson) em Detective Comics #38.


Curiosidades

  • Sem curiosidades.


Links e Referências

  • Nenhum.


Notas de Rodapé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.